Ghost Shoes

white-shoesOntem, conversando com gente legal sobre ghost bikes e demais mobilizações do tipo. Surgiu-me a idéia de criarmos também os ghost shoes em memória aos pedestres que morreram no trânsito de Porto Alegre. Para cada pedestre assassinado por motoristas imprudentes — e por uma engenharia de trânsito digna de Fórmula Indy penduraríamos um par de sapatos velhos pintados de branco nas grades da fonte Talavera, em frente ao Paço Municipal — dando assim também uma utilidade para aquela grade ridícula.

Teríamos muito trabalho pela frente. Só de janeiro até aqui, já foram — segundo as estatísticas da EPTC — 44 mortes por atropelamento. Mas receio que essas estatísticas sejam somente de quem morreu no local do atropelamento e não considere quem morreu no hospital.

Por uma questão de justiça social, deveríamos também, é claro, usar apenas calçados que não estivessem mais aptos ao uso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s